quarta-feira, 25 de março de 2009

Instalação elétrica residencial

Antigamente as cidades não tinham energia elétrica, a única fonte de luz era o Sol e com o tempo surgiram os lampiões a querosene ou a óleo e velas, apenas as casas mais ricas possuíam um sistema próprio de gás.As casas eram iluminadas por um grande lampião, outros cômodos da casa eram iluminados por lampiões a querosene ou lamparinas de óleo.Só em 1883 surgiu a primeira usina termo elétrica e em 1889 a primeira hidroelétrica, porém isso não fez com que a energia elétrica chegasse nas ruas rapidamente, assim, as casas ascendiam apenas algumas lâmpadas e logo depois vieram os bondes elétricos.Nos dias de hoje a energia elétrica é muito importante em nossas residências, pois é através dela que podemos assistir televisão, tomar banho quente, iluminar nossas casas e etc.A energia elétrica é muito importante nos dias de hoje, pois é ela que proporciona o conforto, bem estar, segurança e lazer para a sociedade. A energia permite o funcionamento de bancos, hospitais, industrias, escolas, semáforos e todo o sistema de comunicação; portanto é impossível imaginar a vida moderna sem a energia elétrica.A energia elétrica pode ser produzida através de diferentes fontes, porém no Brasil ela na maioria das vezes vem das usinas hidrelétricas, que utilizam as quedas d’água dos rios para gerar eletricidade. Depois de produzida, a energia elétrica vai para as cidades através das linhas e torres de transmissão de alta tensão. Essas linhas e torres são aquelas nas estradas, que levam a energia pôr longas distancias.Quando a eletricidade chega as cidades, ela passa pelos transformadores de tensão nas subestações, que diminuem a voltagem. A partir daí, a energia elétrica segue pela rede de distribuição, onde os fios instalados nos postes levam a energia até a sua rua. Antes de entrar nas casas a energia ainda passa pelos transformadores de distribuição (também instalados nos postes) que rebaixam a voltagem para 127 ou 220 volts. Em seguida ela vai para a caixa do medidor de energia elétrica, o relógio de luz. Ë ele que mede o consumo de energia de cada residência. Durante todo esse percurso a energia elétrica esta sujeita a interrupções, provocadas por raios, ventos, tempestades, galhos de árvores e etc. São essas coisas que são responsáveis pelas interrupções do fornecimento de energia nas residências.

Como é medido o consumo de energia elétrica?
A energia fornecida a um aparelho depende de sua potência e do tempo que ele fica ligado. Se você mantiver ligado um chuveiro de potência 2800W ou 2,5kW por meia hora, ele utilizará 2,5kW x 1/2h = 1,4kW/h de energia elétrica. A unidade de medida de energia usada pelas companhias fornecedoras de energia é o kWh. 1kWh corresponde ao consumo de um aparelho de potência 1000W (1kW) durante uma hora.Cada casa tem um relógio medidos que é responsável por medir o consumo de energia elétrica da residência, esse relógio três ponteiros um da unidade outro da dezena, da centena e do milhar. Cada volta completa de um ponteiro equivale ao deslocamento de uma unidade do que o antecede. Todo mês um trabalhador da companhia fornecedora de energia faz a leitura do relógio de todas as residências. O consumo do mês será a diferença entra seu numero e o numero do mês anterior. A companhia de energia CPFL cobra R$0,30175 por kWh mais algumas tarifas extras como ICMS.

Instalação elétrica de uma residência:
Na maioria das instalações elétricas de uma residência, entram três fios que vem do poste para a caixa de luz e passam pelo relógio medidor, dois desses fios são chamados de vivos ou fase e o outro é chamado de neutro.Em seguida, esses fios passam pela chave geral que serve como interruptor de toda a instalação. Da chave geral, saem quatro fios, que se separam em duas chaves, a chave de 110 volts, que tem um fio fase e um fio neutro, e a chave de 220 volts, que tem os dois fios fase.Assim, se a instalação não tiver três fios não poderá ter chaves de 220volts já que só terá um fio fase e um neutro.
Curto-circuito:Um aparelho quando ligado, oferece alguma resistência à passagem da corrente elétrica, os fios que fazem essa corrente, se encostados um no outro sem o isolamento plástico, fecham o circuito impedindo que a corrente elétrica passe pelo aparelho, provocando então um curto circuito. Por isso todos os fios são encapados pôr um plástico e nas instalações é sempre mais seguro deixar os fios separados uns dos outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário